Pergunte aos dados!

Por Joane Weinert / Investimentos RPPS (Originalmente publicado no Blog da Com Dinheiro)

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Em um mundo onde temos todas as informações possíveis na palma da mão, saber identificar e fazer as perguntas certas aos dados disponíveis ao nosso redor é de extrema importância.

Existe toda uma geração que cresceu na era da informação. Com um volume imenso dos mais variados dados gerados por minuto, que chegam até as pessoas numa velocidade incrível, num simples toque na tela. A expansão do processo de conhecimento individual através da internet, quebrou as barreiras que existiam tornando a informação acessível a todos (mesmo às vezes esta informação sendo ruim). 

Mas qual a diferença entre dados e informação? 

Dados são as commodities da informação, a matéria-prima. Dados podem ser definidos como informações brutas, no caso de investimentos, números apresentados isoladamente não possuem significado algum, mas quando agrupados respondem a várias perguntas. 

Essas perguntas respondidas viram informação. A reunião dos dados nos fazem compreender determinadas situações que, além dos significados práticos, podem ser utilizadas para reforçar o processo decisório, gerando soluções mais assertivas. 

Não importa qual a atividade, a  informação tornou-se uma necessidade crescente. Mas quando o assunto são investimentos, traduzir os dados para tomar decisões se torna imprescindível. Os dados tornam-se instrumento na hora de decidir e atingir as metas planejadas. Esses dados permitem criar estratégias, melhorar as análises e evitar erros.

O mercado financeiro muda a todo instante sendo necessário estar atento e sempre atualizado.  Um investidor não deve aplicar seus recursos em produtos que não conhece. Logo, informação é primordial.

A informação é hoje um dos principais recursos das pessoas que analisam investimentos. Estas pessoas tratam os dados, geram informações que viram conhecimento com o objetivo de identificar as melhores oportunidades do mercado na hora de investir e, com isso, apresentar bons retornos.

Quando a informação se transforma em conhecimento?

Para que uma informação possa gerar oportunidades ela precisa ser transformada em conhecimento. O conhecimento é o estágio final, é a informação processada e pronta para ser utilizada de forma efetiva. Conhecer é a compreensão e manipulação das informações, combinadas com tudo que foi extraído dos dados gerando as respostas certas para planejar e alcançar seus objetivos.

Informações e dados sempre estiveram à disposição, não com tantas facilidades é verdade, mas estiveram aí desde os primórdios da humanidade. Quem tem informação tem poder, você já deve ter ouvido isso. No mundo do mercado financeiro isso faz muito sentido, tanto sentido que se aproveitar de informações privilegiadas para obter vantagens podem gerar punições.

Para tomar decisões, as pessoas estão se baseando cada vez mais em resultados e projeções. Uma boa quantidade de dados e ferramentas que indiquem os resultados desejados, torna-se relevante ao analisar informações.

A ferramenta correta para coleta de dados, com as informações tratadas com qualidade ajudarão no planejamento do seu negócio. A falta de conhecimento pode colocar a organização sem sérios riscos podendo comprometer resultados por uma decisão mal feita.

Pense na importância de investir na qualidade das suas informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *