Comitê de Investimentos: o que devo saber ao me tornar membro

Por Fernanda Fiorelli / Membro do Conselho Administrativo e Comitê de Investimentos no Instituto de Previdência de Caçador (IPASC)

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Comenta-se com frequência a respeito da importância do comitê de investimento, seu papel como órgão consultivo e auxiliar dos gestores na tomada de decisão para alocação e manutenção de recursos do RPPS. Sabe-se que não existe receita de bolo, cada RPPS trabalha de uma maneira, todavia é necessário citar alguns pontos que os membros de Comitê, principalmente iniciantes, devem observar para desenvolver um bom trabalho.

Primeiramente deve-se conhecer a legislação pertinente em vigor, bem como a política de investimentos do RPPS, pois estas, nortearão as ações do comitê de modo geral. Além disso deve-se observar sua forma de funcionamento, se possui regimento, mapa e manuais, Instruções normativas, entre outros documentos que auxiliem e sirvam como ferramenta no desenvolvimento das atividades.

Conjuntamente a estas ações, realizar  a análise do cenário econômico e possíveis reflexos no RPPS, acompanhamento a execução da política de investimentos, realização de maneira minuciosa e efetiva do credenciamento e recredenciamento de Gestores, Administradores, Distribuidores e Fundos de investimentos, conforme as exigências legais, podendo ser essa mais uma ferramenta de trabalho.

Importante salientar que os membros do comitê  devem conhecer e utilizar de ferramentas que auxiliem o processo de análise de investimentos. O uso  de metodologias auxilia tanto na execução de atividades como nos resultados apresentados.

Da mesma forma, é importante redigir atas, e APR’s com o máximo de informações possíveis afim de respaldar as decisões tomadas assim como, emitir relatórios mensais de acompanhamento e anuais de prestação de contas.

A finalidade do comitê  é apresentar informações claras aos interessados,  através de procedimentos que  aumentem o nível de governança  e melhoram a transparência na gestão do RPPS. Ser membro de comitê requer capacitação constante e esforço conjunto para garantir resultados satisfatórios.

Saiba Mais

Recomendação de leitura:  “Os desafios na gestão de investimentos: um guia pratico para um Regime Próprio de Previdência Social”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *