Opinião: Como as commodities influenciam a economia

Por Jessica Castro / Analista de B2B e Marketing na Ativa Investimentos

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Muitos investidores acompanham o preço das commodities diariamente apenas por ouvir falar nos fechamentos do mercado, porém não entendem a correlação que elas possuem com vários ativos. 

Primeiramente, precisamos entender que tudo que é matéria prima essencial, com baixo nível de industrialização, é chamado de commodity. Influenciam o comportamento de setores ou até da economia como um todo. Isso quer dizer que as oscilações de seus preços influenciam outras atividades que utilizam essas matérias primas.

Esse ativo é regido pelo livre mercado, ou seja, totalmente sujeitos a leis da oferta e da demanda desse produto e sem diferenciações de marca. Elas são importantes para a produção industrial do mundo inteiro, por isso têm grande relevância para a economia. 

O Brasil é um grande produtor e exportador de commodities, sendo bastante ativo no mercado de negociações. Um levantamento de 2019 da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), as commodities representam 63% do valor das exportações brasileiras. Essas exportações equivalem a 6,7% do produto interno bruto (PIB) brasileiro.

 Podemos citar os exemplos de commodities:

  • Petróleo
  • Cobre
  • Minério de ferro
  • Etanol
  • Café

Você sabia que existem até commodities financeiras? Sim, são os produtos financeiros básicos de uma economia como: a moeda (dólar, real, euro), as ETF (índices como Ibovespa, Small e outros) e os Títulos do Tesouro Direto.

O que muitos investidores não se dão conta é que a volatilidade desse ativo não influencia apenas aqueles que investem diretamente neles, Empresas que usam os insumos de determinada commodity é diretamente impactada pela sua volatilidade e os investidores precificam isso no preço de suas ações. 

Exemplo, quando há uma volatilidade alta no petróleo empresas como Vale, Petrobras e PetroRio sofrem ou se beneficiam. Isso é precificado nas suas ações (Fique sabendo que  quando essas empresas se juntam, carregam quase todo o índice IBOV pela sua representatividade).

Podemos destacar empresas dependentes do fluxo de capital dolarizado que também sofrem com a volatilidade dessa moeda ou então empresas produtoras que utilizam o minério de ferro. Para quem investe em bolsa de valores, ficar atento às commodities é essencial, pois elas têm impacto direto nos investimentos. Então acompanhem tudo quando forem monitorar algum papel específico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *