Boletim Focus: O que é e como analisá-lo?

Por Joane Weinert Investimentos RPPS

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Boletim Focus do Banco Central (Focus – Relatório de Mercado) é divulgado semanalmente desde 2001. Ele traz dados e projeções importantes sobre a economia brasileira. Considerando a relevância e abrangência deste documento, as estimativas apresentadas nele são muito respeitadas.

Este relatório costuma servir de norte para grandes empresas, investidores e para o próprio governo. O Comitê de Política Monetária (COPOM), por exemplo, costuma utilizar as informações deste documento para auxiliar na definição da taxa Selic em suas reuniões.

Estas informações e projeções divulgadas são úteis para se manter informado sobre os rumos da economia brasileira e sobre as expectativas dos analistas para a economia nas próximas semanas, meses e anos.

E quando se trata de investimentos, é preciso ter estratégias e planejamento para conseguir atingir o objetivo desejado. Sendo assim, uma ferramenta de análise e pesquisa pode fazer diferença na hora de decidir.

O boletim consolida as opiniões gerais das instituições financeiras, são colhidos dados de aproximadamente 140 instituições. Sendo possível monitorar a economia do país e tomar decisões mais acertadas na hora de investir, elaborando estratégias e diminuindo os riscos. Estar atento a estes dados é fundamental para ajudar nas tomadas de decisões referente aos seus investimentos.

Como ele é criado?

Grandes agentes de mercado possuem áreas dedicadas à pesquisa macroeconômica, elaborando projeções sobre o cenário que esperam para a economia. A essas projeções chamamos expectativas econômicas.

É a partir das expectativas que as famílias tomam decisões de gastar ou poupar, que as empresas resolvem investir ou não e que os mercados, de uma forma geral, definem seus preços.

Várias organizações analisam semanalmente o mercado. Com os dados em mãos e os palpites prontos, eles inserem estas informações no Sistema de Expectativas de Mercado, disponibilizado pelo Banco Central.

O Sistema de Expectativas do Mercado e o Boletim Focus não são a mesma coisa. O primeiro contém as informações vindas das instituições. O relatório é o compilado a partir desses dados.

Importante ressaltar que estas expectativas são do mercado, não do Banco Central.

O monitoramento sistemático das expectativas que o mercado tem sobre preços e atividade econômica é de grande relevância para as decisões de política monetária. Para tanto, o BC coleta diariamente projeções de cerca de 140 bancos, gestores de recursos e outras instituições (empresas do setor real, distribuidoras, corretoras, consultorias etc.) e publica semanalmente o Relatório Focus, um resumo das estatísticas calculadas com base nas informações prestadas nos 30 dias anteriores à data a que se refere.

Ao inserirem as suas estimativas para o futuro da economia, as instituições são convidadas a se posicionarem a respeito de uma série de indicadores. Entre eles estão:

IPCA – índice oficial da inflação no país, que indica a variação dos preços de alimentos e produtos no comércio para o consumidor final.

IGPM – registra a inflação – ou deflação – de preços de diversos produtos e serviços, desde matérias-primas agrícolas e industriais até bens e serviços finais.

Taxa de Câmbio – preço de uma moeda estrangeira em unidades da moeda nacional – no caso do Brasil, o real.

Taxa de crescimento do PIB – o Produto Interno Bruto é considerado o termômetro da economia: quanto maior o PIB de um país, maior sua atividade econômica.

Meta da Taxa Selic – a taxa básica de juros da economia brasileira, que influencia as demais taxas de juros.

Na Prática

A divulgação do documento acontece toda segunda-feira trazendo a evolução gráfica e o comportamento semanal dos índices analisados.

No site do Banco Central (em Publicações – Focus) o boletim mais atual está disponível para download logo na primeira página. E as edições anteriores estão listadas no menu a esquerda.

Os dados são apresentados através de tabelas e gráficos, permitem a leitura e o acompanhamento dos índices em um determinado período de tempo. Em cada tabela são apresentados os valores atuais de cada índice, os valores apresentados na semana anterior e quatro semanas antes.

É possível acompanhar a evolução da meta da taxa Selic e do PIB, assim como o crescimento da produção industrial, o comportamento da dívida líquida do setor público e da balança comercial, além de outros indicadores.

Na primeira página você encontra uma tabela de indicadores mostrando a projeção da economia brasileira para o ano corrente e os três próximos anos. Este ano, por exemplo, ele mostra 2020, 2021, 2022 e 2023.

Na segunda página são apresentados os dados referentes aos mesmos índices, mas separados mensalmente. O mês atual, os dois meses seguintes e para os próximos doze meses.

Nas tabelas da terceira página é possível encontrar a inscrição Top 5, onde mostra no curto prazo mensal e anualmente e no médio prazo somente anualmente. Este Top 5 é composto pela projeção das 5 instituições pesquisadas que mais acertaram previsões dos índices analisados.

Importante perceber que todas as tabelas trazem a inscrição “mediana”. Essa informação mostra que os dados coletados são referentes ao resultado de uma média de projeções da consulta de todos os agentes econômicos externos ao órgão, que contribuem através do Sistema Expectativas de Mercado.

Saiba Mais

Focus – Relatório de Mercado Expectativas de mercado

Sistema de Expectativas de Mercado

1 thought on “Boletim Focus: O que é e como analisá-lo?

  1. Este excelente trabalho certamente irá se expandir muito. É muito preciso, esclarecedor e com tamanho respeito aos termos técnicos e suas fontes sem ofuscar o entendimento que o futuro é certo = sucesso!
    Parabéns Joane e equipe..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *